You are here

Bloco acusa Cavaco de alinhar com as políticas do Governo e de blindar o Tratado Orçamental

“É preciso uma mudança na vida nacional e essa mudança não passa por Cavaco Silva nem pela atual maioria”, referiu o dirigente bloquista Luís Fazenda, em reação ao discurso de Ano Novo do presidente da República.
Foto de Mário Cruz, Lusa.

“A mensagem de Ano Novo do presidente Cavaco Silva é uma mensagem política completamente alinhada com o governo de Pedro Passos Coelho e de Paulo Portas”, afirmou Luís Fazenda em declarações à agência Lusa.

Segundo o deputado do Bloco, “há uma cumplicidade fundamental nas políticas que estão a levar a cabo - de austeridade e de agravamento da pobreza – e o Presidente da República, no seu último ano de mandato, quer salvaguardar a continuidade dessas políticas, e por isso blinda o Tratado Orçamental (TO)”.

Criticando Cavaco Silva por defender que o TO não pode ser alterado, Luís Fazenda salientou que, neste ano, “vários países centrais da União Europeia não vão cumprir o Tratado Orçamental”. “Nessa medida, é preciso alterar esta política, é preciso uma mudança na vida nacional e essa mudança não passa pelo presidente da República nem pela atual maioria”, defendeu.

“É preciso mudar de política e é preciso mudar de protagonistas”, reforçou o dirigente bloquista.

Na sua mensagem de Ano Novo, Cavaco Silva assinalou 2015 como "um ano de escolhas decisivas", exortando os partidos a terem cuidado com as promessas eleitorais, na medida em que os problemas do país não se resolvem "num clima de facilidade".

O presidente da República voltou ainda a advertir para a necessidade de se evitarem "crispações e conflitos artificiais que têm afetado a confiança dos cidadãos" nas instituições e, em particular, na classe política.

O tempo depois das eleições será marcado por "exigências de compromisso e diálogo" e esse espírito de abertura não poderá ser prejudicado "por excessos cometidos na luta política que antecede o sufrágio", alertou o chefe de Estado.

Termos relacionados Política
Comentários (1)