You are here

Vistos Gold: Marques Mendes pediu favores especiais ao presidente do INR

A Operação Labirinto reuniu registos em que o ex líder do PSD pede ajuda ao então presidente do Instituto dos Registos e Notariado, agora detido, para facilitar dois processos de atribuição de nacionalidade portuguesa a cidadãos estrangeiros, segundo avança a TVI.
Foto de Mário Cruz, Lusa.

A estação televisiva refere que, em agosto, Luís Marques Mendes solicitou a intervenção de António Figueiredo, que foi seu colega de curso, no sentido de eliminar quaisquer entraves à atribuição de nacionalidade portuguesa à mulher de um dos maiores empresários de Moçambique, que detém negócios em Portugal, com Américo Amorim e com o grupo Visabeira.

O antigo líder do PSD terá garantido, inclusive, que falaria com Pires de Lima, caso fosse necessária uma declaração do ministério da Economia.

O então presidente do INR prometeu ajudar Marques Mendes.

Em outubro, o antigo líder do PSD voltou a solicitar a ajuda do seu amigo, desta vez para agilizar o processo de nacionalidade portuguesa a uma brasileira que pretendia fazer altos investimentos em Portugal.

Questionado pela TVI sobre esta matéria, o conselheiro de Estado de Cavaco Silva, e sócio - juntamente com o ex ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, o empresário Jaime Gomes e Ana Luísa Figueiredo, filha do presidente do INR -, da empresa JMF Business, que veio a ser implicada na Operação Labirinto, negou ter ajudado estrangeiros na obtenção da nacionalidade portuguesa.

Termos relacionados Política, Vistos gold
(...)