You are here

Mariana Mortágua

Deputada. Dirigente do Bloco de Esquerda. Economista.

Artigos do Autor(a)

2020/08/05 - 10:38am

Nos últimos 21 anos, o Bloco de Esquerda desenvolveu aquilo a que Ricardo Salgado chamou uma "obsessão patológica" pelos negócios dos "donos de Portugal". É essa intransigência na defesa do que é público que hoje dirigimos ao Novo Banco.

2020/07/29 - 10:45am

Nos últimos anos, todas as dúvidas sobre quem e a que preço estavam a ser vendidos os ativos do Novo Banco foram descartadas, com Governo, Banco de Portugal e Fundo de Resolução a insistirem, contra todas as evidências, que o modelo de venda previa suficientes formas de fiscalização.

2020/07/22 - 11:01am

Um acordo europeu para medidas de urgência de resposta à crise (se existir) não é um ato de "solidariedade" e quem assim o apresenta apenas alimenta uma caricatura: transferências do grupo "frugal", liderado pela Holanda, para os "esbanjadores", que Portugal integra.

2020/07/16 - 4:32pm

Ao longo de vários meses entre 2014 e 2015, a deputada Mariana Mortágua reuniu no blogue Disto Tudo as suas notas sobre os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito ao BES. Muita da informação então recolhida foi aproveitada pela investigação aos crimes que afundaram as contas do banco. O esquerda.net publica aqui uma seleção desses posts.

2020/06/24 - 8:59am

A empresa precisa de um empréstimo urgente de 50 milhões de euros, que os seus principais bancos financiadores - a CGD, BCP e Novo Banco - se recusam a conceder sem uma garantia que o Estado, ao que parece, também não está disposto a dar.

2020/06/17 - 10:35am

A excessiva proximidade entre o Banco de Portugal e a Banca marcou as intervenções do regulador e supervisor em todos os escândalos bancários, do BPN ao BES.

2020/06/10 - 10:11pm

No processo judicial que ameaça tirar António Mexia da presidência executiva da EDP e Manso Neto da EDP Renováveis, o Ministério Público imputou a ambos a prática de quatro crimes de corrupção ativa e de um crime de participação económica em negócio.

2020/06/06 - 3:16pm

Desta vez a União Europeia não pode seguir a sua própria doutrina nem aplicar as receitas que criou. As regras europeias - da proibição aos estados de investir em empresas nacionais aos múltiplos constrangimentos orçamentais - afundariam a Europa e por isso foram suspensas.

2020/05/28 - 10:48am

A partir de 1 de junho será possível apanhar um avião cheio e andar num metro a dois terços da sua capacidade. Mas a cadeira que tiver reservado num teatro fará parte de um restrito número de lugares disponíveis, correspondentes a menos de um terço do total.

2020/05/20 - 11:16am

Depois de, por duas vezes, ter garantido que não haveria uma nova injeção no Novo Banco sem antes conhecer a auditoria às suas contas, António Costa deu o dito por não dito.

Pages