You are here

Nova ministra deve responder pela ação policial em Santa Filomena

O Bloco de Esquerda quer explicações do Governo sobre a ação da PSP durante o violento despejo e demolição de duas casas num bairro da Amadora.
A Câmara da Amadora continua os despejos e demolição de casas no bairro de Santa Filomena, na Amadora. Imagem esquerda.net.

“Com mais esta demolição, oito pessoas, cinco adultas e três menores, ficaram desalojadas. Trata-se de uma família muito carenciada que ficou sem qualquer apoio e, literalmente, apenas com a roupa que tinha no corpo”, explicam as deputadas bloquistas Catarina Martins e Cecília Honório no requerimento entregue na Assembleia da República.

O Bloco de Esquerda quer que o Ministério investigue as condições em que decorreu a ação da PSP, que apoiou a Polícia Municipal, nomeadamente se os agentes estariam munidos do necessário mandato. Os relatos de violência e insultos sobre uma cidadã idosa estão na origem do pedido de explicações dirigido à nova ministra Anabela Rodrigues.

“Uma idosa estava em casa com um bebé quando foi despertada pelas forças policiais. Não lhe foi mostrado qualquer documento que legitimasse a ação de despejo e demolição e foi obrigada a abandonar imediatamente a sua habitação. Não lhe terão dado sequer oportunidade de se vestir, tendo sido alvo de violência e insultos por parte das forças policiais”, afirmam as deputadas bloquistas. Esta quarta-feira, Catarina Martins esteve no local e falou com as vítimas do despejo, que relataram a violência da ação. Em seguida, dirigiu-se com autarcas do Bloco à Câmara da Amadora, para que pelo menos a família pudesse reaver os seus bens, incluindo medicamentos.

ESQUERDA.NET | Despejos no Bairro de Santa Filomena

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)