You are here

Ministro da Saúde questionado sobre pressões às jovens médicas

O Bloco de Esquerda quer garantias de Paulo Macedo de que nenhuma médica volte a ser inquirida sobre as suas intenções de engravidar nas entrevistas de seleção para ingresso no SNS.
Foto Paulete Matos

No requerimento entregue esta sexta-feira na Assembleia da Republica, João Semedo e Helena Pinto referem a denúncia da Ordem dos Médicos sobre vários casos de médicas a quem, em concursos de seleção para unidades do Serviço Nacional de Saúde, lhes foi questionado se pretendiam engravidar.

"Esta situação é muito grave e o Ministério da Saúde deve averiguar o que se passa, independentemente de existirem queixas formais. Mas, mais do isso, é preciso que o Ministério garanta que este tipo de “perguntas” e de “pressões” não vão ser permitas em nenhum concurso para o Serviço Nacional de Saúde", defendem os deputados bloquistas.

João Semedo e Helena Pinto lembram ainda que "no passado estas questões já chegaram mesmo a ser colocadas por escrito em questionários, mas hoje, em cada vez mais situações, as perguntas são colocadas oralmente nas entrevistas, exercendo uma pressão inadmissível sobre as mulheres".

Inspeção-Geral das Atividades de Saúde exige esclarecimento do caso

A denúncia de algumas médicas sobre as perguntas acerca da sua intenção de engravidar também levou a Inspeção-Geral das Atividades de Saúde (IGAS) a abrir um processo de esclarecimento ao caso, prometendo que "face às suas conclusões, desencadeará os procedimentos que se venham a revelar necessários e adequados".

O bastonário da Ordem dos Médicos já veio repudiar o sucedido nos concursos de admissão em unidades do Serviço Nacional de Saúde. “O que me entristece e me deprime é estas perguntas terem sido colocadas por médicos”, afirmou José Manuel Silva à agência Lusa. “As mulheres têm cada vez menos condições para engravidar. Não se dá estabilidade nem condições de trabalho com dignidade e ainda se põem entraves. Perante isto, tudo o que se possa falar de medidas para aumentar a taxa de natalidade é uma hipocrisia”, denuncia o bastonário.

Termos relacionados Política
(...)