You are here

Grécia vai julgar todos os deputados neonazis

A justiça grega quer levar a julgamento 70 membros da Aurora Dourada, incluindo todo o grupo parlamentar, acusados de associação criminosa.
Deputados do Aurora Dourada vão responder em julgamento por associação criminosa.

Num relatório de 700 páginas, o procurador responsável pela investigação aos crimes do partido neonazi grego justifica a ida a julgamento de 70 dos 85 membros inicialmente implicados em crimes que vão desde homicídios, posse de armamento e ataques a imigrantes, militantes de esquerda e homossexuais ao longo das últimas décadas.

“Nenhum dos deputados da Aurora Dourada poderá argumentar convincentemente que não tinha conhecimento dos atos criminosos que eram levados a cabo de forma consistente por um longo período de tempo em nome do partido”, diz o relatório do Procuraodr Isidoros Doyiakos, citado pelo portal Ekathimerini.

O que despoletou o avanço da ação da justiça sobre a Aurora Dourada foi o assassinato do rapper Pavlos Fyssas por um membro da organização neonazi no ano passado. A investigação encontrou provas de que esse homicídio tinha tido luz verde por parte da direção do partido.

“Nenhum dos deputados da Aurora Dourada poderá argumentar convincentemente que não tinha conhecimento dos atos criminosos que eram levados a cabo de forma consistente por um longo período de tempo em nome do partido”, diz o relatório do Procuraodr Isidoros Doyiakos, citado pelo portal Ekathimerini.

A acusação adianta ainda que a atividade criminosa da Aurora Dourada “não se teria desenvolvido com estas proporções se não tivesse origem e cobertura pela liderança do partido”. 

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
(...)