You are here

Evo Morales reeleito presidente com resultado esmagador

O presidente da Bolívia foi reeleito para um terceiro mandato com 60% dos votos, enquanto o seu partido, Movimento ao Socialismo, obteve maioria no parlamento e no senado. Pela primeira vez, direita perde no estado autónomo de Santa Cruz.
O presidente da Bolívia, Evo Morales, foi reeleito este domingo para um terceiro mandato de cinco anos.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, foi reeleito este domingo para um terceiro mandato de cinco anos. Segundo o instituto Ipsos o presidente recandidato obteve 59,7% dos votos, contra 25,1% do principal opositor, Samuel Doria Medina, que já reconheceu a derrota. O MAS (Movimento ao Socialismo), partido de Evo, obteve 80 deputados num total de 130 e 24 senadores em 36.

A votação expressiva que obteve no estado de Santa Cruz, antigo reduto da oposição autonomista de direita, é inédita.

Evo onseguiu 49% dos votos, contra 38% do principal opositor. Na Bolívia "não há meia lua, mas lua cheia", disse em referência à região da “meia lua” que compreende os departamentos de Beni, Pando, Santa Cruz e Tarija. Evo venceu em oito dos nove departamentos do país. Apenas em Beni a oposição saiu vitoriosa.

No seu discurso de vitória, o presidente indígena apelou à unidade do país. "Pela Bolívia aguentamos tudo com muita paciência, não há porque comentar ou lembrar (...) Por isso convocamos [os opositores] a somar, a trabalhar. Têm direito a discordar, mas acima disso está a nossa querida Bolívia", acrescentou.

O bom momento económico que o país vive, com um crescimento de 6,4%, segundo estimativa do FMI, ao que acresce a melhoria dos indicadores sociais, são apontados por analistas como alguns dos motivos pelos quais o presidente goza de grande apoio popular.

esquerda.net com Opera Mundi

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
(...)