You are here

Encontro do Trabalho do Bloco no próximo fim de semana

No próximo fim de semana, 11 e 12 de outubro, o Bloco de Esquerda realiza, em Lisboa na Escola secundária Padre António Vieira, o Encontro nacional do Trabalho. O encontro tem início sábado às 11 h e decorrerá em vários painéis, nos quais serão debatidos temas como desemprego e precariedade, contratação coletiva, sindicalismo e movimentos sociais, entre outros. Sábado à noite será assinalado o Dia de Ação Europeia contra o Tratado Transatlântico (TTIP).

O Encontro (veja caderno com os textos de abertura das discussões e aceda ao evento no fb) será aberto às 11 h de sábado por João Semedo e José Casimiro, seguindo-se os painéis:

Desemprego, precariedade e emigração: como parar o encerramento do país? Com a participação de António Brandão Moniz, João Teixeira Lopes e Tiago Pinheiro. Moderação de Lídia Fernandes.

35h de trabalho: emprego para todos (às 14h30 depois de almoço)com António Chora, Paulo Alves e Ricardo Moreira e moderação de Deolinda Martin.

Sindicalismo e movimentos sociais: como juntar rios (às 16h30) Ana Feijão, Mariana Aiveca, Mário Nogueira e Ruy Braga (Brasil), moderação de Manuel Grilo.

Às 19h30 decorre jantar na sede nacional do Bloco de Esquerda (rua da Palma, Lisboa) e às 21h filme sobre o Dia de Ação Europeia contra o Tratado Transatlântico (TTIP) com Luís Bernardo e Sara Simões.

No domingo, o Encontro tem início às, 10h com os painéis:

Administração Pública, vínculos privados: os culpados do costume (10h), com Ana André, Helena Rodrigues e Henrique Borges e moderação de Belandina Vaz

Plano de choque para o fim da desigualdade salarial (11h30), com Albertina Jordão, Manuel Carlos Silva e Manuela Góis e moderação de Albertina Pena

Contratação coletiva em risco (14h30) com Maria da Paz Lima (ISCTE), Francisco Alves (CN CGTP), Américo Monteiro (CN CGTP) e moderação de Ana Paula Canotilho

A sessão de encerramento será às 17h com intervenção da coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins.

Termos relacionados Política
(...)