You are here

Bloco quer que Passos Coelho explique caso da Tecnoforma

A coordenadora do Bloco, Catarina Martins, considerou que as afirmações sobre pagamentos da Tecnoforma a Passos Coelho, enquanto era deputado, são “extraordinariamente graves” e que o primeiro-ministro deve explicações ao país.
Passos Coelho - Foto Lusa

A revista Sábado revelou na passada quinta-feira que o Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) está a investigar a denúncia de que o atual primeiro-ministro terá recebido cerca de 150 mil euros ilegalmente. Entre 1995 e 1999, Passos Coelho terá recebido 5 mil euros por mês da empresa Tecnoforma, numa altura em que exercia o mandato de deputado em exclusividade e que não foram declarados às Finanças.

Passos Coelho disse entretanto que o parlamento se deveria pronunciar sobre as condições em que ele exerceu o mandato de deputado na altura e declarou que era difícil recordar-se de todas as responsabilidades que exerceu há 15 anos ou mais.

Questionada pelos jornalistas sobre o caso neste sábado, à margem de uma visita ao Conservatório de Música de Coimbra, a coordenadora do Bloco de Esquerda afirmou:

“Foram feitas afirmações extraordinariamente graves sobre o primeiro-ministro e julgo que o normal é que o primeiro-ministro esclareça e a perplexidade que existe hoje em Portugal é porque ainda não o fez”.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política, Tecnoforma
(...)