You are here

“Goldman Sachs premeia Arnaut para pagar apoio nas privatizações”

"A marca deste Governo, que é um Governo do sucesso do interesse financeiro contra os interesses da população está patente numa notícia de hoje: José Luís Arnaut vai ser premiado com um posto de luxo na Goldman Sachs", acusou a coordenadora do Bloco de Esquerda
Catarina Martins realçou que o Goldman Sachs “que tanta destruição causou no nosso país e a nível internacional é a menina dos olhos do Governo e está a premiar quem lhe abriu tantas portas no nosso país" - Foto de Paulete Matos

"Esta defesa dos interesses das instituições financeiras internacionais contra o país que vemos premiada nesta contratação é a marca de um governo que todos os dias atenta contra quem vive neste país", afirmou Catarina Martins.

A coordenadora do Bloco de Esquerda lembrou que o Goldman Sachs é hoje o maior acionista dos CTT e que José Luís Arnaut "esteve em todas as privatizações, ora do lado do Estado, ora do lado dos privados", referindo também o caso da REN ou da EDP.

"Bem vemos que esta instituição financeira que tanta destruição causou no nosso país e a nível internacional é a menina dos olhos do Governo e está a premiar quem lhe abriu tantas portas no nosso país", realçou a deputada bloquista.

Catarina Martins destacou também que o Goldman Sachs é "uma das instituições financeiras responsáveis pela crise" que Portugal vive e lembrou que o banco "vendeu swaps tóxicos a empresas públicas portuguesas e depois o Governo resolver contratar para assessorar o regresso aos mercados".

Catarina Martins fez estas declarações à comunicação social em Ponta Delgada, nos Açores, onde está a participar na IV Convenção Regional do Bloco de Esquerda.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)