You are here

“Troika avaliou sempre positivamente aquilo que empobreceu mais o país"

Catarina Martins refere também que no congresso do PEE “foi dado um passo importante para a esquerda europeia” e salienta que o programa da troika só serviu para Portugal empobrecer, “pela perda de emprego, de salários, de pensões”, pelo aumento da emigração e pelas privatizações “que retiraram recursos” ao país.
Catarina Martins afirma que no congresso do PEE “foi dado um passo importante para a esquerda europeia”

Neste domingo, em declarações à Lusa feitas à margem da sua participação no congresso Partido da Esquerda Europeia (PEE) em Madrid, a coordenadora do Bloco de Esquerda afirmou: “Hoje foi dado um passo importante para a esquerda europeia. No congresso do Partido da Esquerda Europeia foi aprovada uma plataforma comum para as eleições europeias, que rejeita a austeridade, o tratado orçamental e esta Europa do diretório de Angela Merkel”.

Para Catarina Martins, a plataforma representa “um compromisso forte por uma alternativa de esquerda na Europa, na defesa da democracia, da soberania das suas várias nações e de políticas para criação de emprego e para a defesa do Estado social”.

Sobre a aprovação pelo congresso do PEE da apresentação de Alexis Tsipras para candidato comum à Comissão Europeia, Catarina Martins considera que “será uma voz dos povos contra a ‘troika’ na denúncia da falta de democracia das instituições europeias e do garrote financeiro sobre os povos da Europa”.

Sobre a décima avaliação do cumprimento do programa da troika, que decorre atualmente, a coordenadora do Bloco afirmou que, desde o início do resgate, Portugal aumentou a dívida pública e ainda não tem uma saída para a crise "à vista" e sublinhou que "as avaliações positivas da 'troika' não dizem nada", até porque as três instituições (CE, BCE e FMI) avaliaram "sempre positivamente aquilo que empobreceu mais o país".

"Foi-nos dito que com o programa de ajustamento da ‘troika’, Portugal iria empobrecer para ter um novo modelo económico. [O programa] Só serviu mesmo para o país empobrecer, quer pela perda de emprego, de salários, de pensões, pelas pessoas que saem do nosso país e pelas privatizações que retiraram recursos ao nosso país e ao nosso povo", realçou ainda Catarina Martins.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)