Miguel Macedo será ouvido no Parlamento sobre incidentes na greve dos CTT

04 de December 2013 - 15:57

A comissão de Assuntos Constitucionais aprovou esta quarta-feira por unanimidade o requerimento do Bloco de Esquerda para ouvir Miguel Macedo, ministro da Administração Interna, sobre os incidentes resultantes da atuação da polícia na greve dos CTT de Cabo Ruivo, Lisboa.

PARTILHAR
O Governo mandou a polícia de choque retirar o piquete de greve dos CTT em Cabo Ruivo.

“Considerando a atuação das forças de segurança, na passada noite de 28 de novembro, que condicionou a circulação dos dois deputados Pedro Filipe Soares e Bruno Dias, em solidariedade com os trabalhadores e trabalhadoras dos CTT em greve, estendendo-se o condicionamento aos grevistas, que já denunciaram o carácter inusitado da intervenção”, lê-se no requerimento aprovado esta quarta-feira.

“Não temos condições para permitir que sejam ultrapassados os direitos dos deputados”, defendeu a deputada do Bloco Cecília Honório, durante a sua intervenção na Comissão de Assuntos Constitucionais.

A deputada referia-se não só à questão das restrições à circulação dos deputados, mas também aos “inúmeros” testemunhos dos trabalhadores em greve sobre a “intervenção desproporcionada” da polícia que chegaram ao conhecimento do Bloco.

O requerimento apresentado pelo PCP, para o mesmo efeito, também foi aprovado por unanimidade.