You are here

Madrid voltou a sair à rua contra os cortes

Sob o lema “Julgamento para a banca, salvemos o público, as pensões e as pessoas”, duas manifestações convergiram nas ruas de Madrid este sábado, convocadas pelas plataformas e sindicatos que integram a Cimeira Social e as Marés Cidadãs que têm promovido grandes protestos no último ano. A eurodeputada Alda Sousa participa nesta manifestação que também decorre noutras 50 cidades.
Cabeça da manifestação deste sábado em Madrid. Foto Angela Gallardo/Twitter

O fim de semana volta a ser de protesto contra o governo de Mariano Rajoy e os cortes que tem aplicado aos serviços públicos, em contraste com os apoios à banca. Mais de 50 cidades unem-se ao protesto que continua no domingo na Andaluzia, Catalunha e Astúrias. 

Juntando cerca de dez mil pessoas, a manifestação de Madrid também contou com uma ação do Greenpeace num prédio abandonado na Praça de Espanha, desfraldando um pano gigante com a frase “Não à lei antiprotestos”, em referência à criminalização dos movimentos sociais que Mariano Rajoy quer inscrever na lei espanhola, com pesadas multas e penas para os mais variados tipos de protestos contra a política de austeridade para o povo e mãos largas para a banca. Na manifestação participaram lado a lado os líderes das principais centrais sindicais. 

Bloco de Esquerda presente na manif em Madrid

A eurodeputada Alda Sousa participou este sábado, com uma delegação do Bloco de Esquerda, na grande manifestação de Madrid contra a política de austeridade praticada pelo governo direitista de Mariano Rajoy e que se inicia ao meio dia em Atocha.

A manifestação é convocada por centrais sindicais, pelas Mareas Ciudadanas, Izquierda Unida e outros movimentos sociais para contestar a política seguida pelo governo de Rajoy, em defesa do Estado social, dos serviços públicos, das pensões, contra os cortes de salários e pelo julgamento e responsabilização da banca. No desfile participam delegações de movimentos sindicais, sociais e políticos de todos os países sob intervenção.

Alda Sousa participou sexta-feira à tarde em Madrid na conferência “A Crise na União Europeia: resistências e lutas nos países sob intervenção”. A Conferência, organizada pela Izquierda Unida com apoio do GUE/NGL teve a presença de Cayo Lara (Coordenador Federal da Izquierda Unida), deputados europeus, dirigentes de partidos, sindicalistas e activistas de Espanha, Itália, Grécia, Chipre, Irlanda e Portugal. A deputada do Bloco de Esquerda participou no painel "A luta contra a Troika em Portugal e na Irlanda”.

Parte deste artigo foi publicado no portal do Bloco no Parlamento Europeu.

Termos relacionados Internacional
(...)