You are here

Investidores mundiais alertam para bolha gigante

Alguns dos maiores gestores de investimento do mundo alertaram nos últimos dias para a existência de uma bolha gigante nos mercados financeiros e para os prejuízos que o seu rebentamento poderá provocar. Um dos gestores diz que “todos os preços dos ativos estão artificialmente elevados”.
“Todos os preços dos ativos estão artificialmente elevados”, diz um dos gestores

O jornal “Diário Económico”, desta quarta-feira, diz que Pimco (o maior fundo de obrigações do mundo), BlackRock (a maior gestora de ativos do mundo), JP Morgan (um dos maiores bancos do mundo) e Jim Rogers (um dos mais famosos investidores mundiais) alertaram nos últimos dias para a existência de uma bolha colossal nos mercados financeiros.

Segundo estes investidores, a bolha estará a ser alimentada pela excessiva liquidez proporcionada pelos bancos centrais.

Um relatório do JP Morgan assinala que os bancos centrais dos EUA, Japão, Reino Unido e BCE injetaram um bilião de dólares no sistema financeiro, só nos primeiros nove meses deste ano. Os bancos centrais dos chamados países emergentes terão injetado mais dois biliões de dólares no mesmo período. Neste relatório, os economistas do banco dizem que “o episódio atual de excesso de liquidez, que começou em maio de 2012, aparenta ser o mais extremo de sempre em termos de magnitude”.

Bill Gross, gestor da Pimco, afirma que “todos os preços dos ativos de maior risco estão artificialmente elevados”, diz que “deixarão de estar” “quando não produzirem crescimento na economia real” e questiona “será um PIB de 2% suficiente?”

O presidente da BlackRock refere que “estamos a ver uma grande subida no mercado de ações e uma diminuição dramática nos prémios de risco das obrigações empresariais” e aconselha a Federal Reserve a começar rapidamente o processo de retirada dos estímulos.

Jim Rogers em entrevista à CNBC afirmou: “Tivemos as crises de 2001 e 2002, depois 2007 e 2009 foi bastante pior. Bem, na próxima vez será ainda pior porque o nível de dívida é tão, tão elevado. Todos os países estão a aumentar a dívida em simultâneo”.

Termos relacionados Internacional
Comentários (1)