You are here

Marisa Matias

Eurodeputada, dirigente do Bloco de Esquerda, socióloga.

Artigos do Autor(a)

2014/07/19 - 11:55pm

Os direitos sexuais e reprodutivos e o direito à escolha foram resultado de lutas intensas e importantes. Recuar neste domínio é fazer tábua rasa dessas conquistas.

2014/07/04 - 6:50pm

O país de Nuno Crato e deste governo é um país cada vez mais desigual e onde a coesão territorial é cada vez mais uma miragem. Ao contrário do que é suposto, a escola pública deixa de ser um direito independentemente do sítio onde se vive.

2014/04/12 - 11:46pm

Não é a primeira vez que Pedro Passos Coelho promete mexer no salário mínimo nacional. A lição que tiramos de todas as outras vezes é que o primeiro ministro promete e depois recua.

2014/03/14 - 4:09pm

O relatório do Parlamento Europeu reconhece a falta de legitimidade democrática da Troika e critica fortemente a falta de transparência em todo o processo de intervenção. Mas o PE aprovou com distinção as políticas austeritárias.

2014/03/02 - 1:02am

O governo aposta no aumento da despesa que temos com juros da dívida, muito mais do que o investimento em qualquer setor da sociedade, apenas para empurrar o problema para o futuro e o esconder no curto prazo.

2014/02/26 - 6:03pm

O PE votou um relatório que recomenda aos Estados Membros a criminalização dos clientes de prostituição, ou seja, que adotem o chamado "modelo nórdico". Trata-se de uma proposta ambígua, que junta como parte do mesmo problema o trabalho sexual, o tráfico de seres humanos e qualquer forma de exploração sexual.

2014/02/23 - 11:50am

O centro da política europeia nos últimos anos pode resumir-se facilmente num título que li há algum tempo no Le Monde Diplomatique: “Pobres, o vosso dinheiro interessa-lhes”.

2014/02/02 - 12:36am

Uma Sociedade da família Soares dos Santos foi a empresa privada que mais benefícios fiscais recebeu em 2012. Percebe-se com mais rigor o verdadeiro sentido do famoso slogan da cadeia de supermercados Pingo Doce: “Sabe bem pagar tão pouco”.

2014/01/17 - 6:58pm

O governo escolheu os seus adversários. São os idosos, as minorias étnicas, os pobres, os professores, os desempregados. Faltava completar a lista. Os seus adversários são também os gays e as lésbicas.

2014/01/05 - 12:00am

Do outro lado do mundo, no dia em que o ano se despedia, vinha esta notícia: as autoridades japonesas começaram a recrutar pessoas sem-abrigo e desempregados para os trabalhos de limpeza da central nuclear de Fukushima.

Pages