You are here

Marisa Matias

Eurodeputada, dirigente do Bloco de Esquerda, socióloga.

Artigos do Autor(a)

2015/06/28 - 9:23pm

A chantagem das instituições europeias não tem limite. Tudo serve para impedir um povo de decidir livremente. A decisão de manter o programa de liquidez aos bancos gregos mas sem mais liquidez não deixou alternativa ao governo grego senão fechar os bancos por uma semana.

2015/06/19 - 3:15pm

O Líbano tem 10 mil km2 de superfície e 4 milhões de habitantes. Neste momento, tem cerca de 1,3 milhões de refugiados sírios registados. O mundo não pode ser um somatório de tragédias. E nós não podemos ser só gente que lamenta muito tudo isto.

2015/05/26 - 12:05am

A redução do horário de trabalho dos avós, para que estes tenham mais tempo para ajudar os pais e mães com os seus netos, não tendo nada de mal em si mesmo, sem medidas de fundo associadas, é mais uma forma de o Estado se demitir dos seus deveres sociais.

2015/05/04 - 4:22pm

Se mais não tivesse feito, nos primeiros 100 dias, o governo grego devolveu à UE o debate político.

2015/03/29 - 12:07am

Na Amadora vive-se um estado de exceção legal e são usados meios públicos para defender interesses privados com o intuito único de retirar o teto a quem dele precisa. Assistimos, assim, a uma clara violação dos direitos humanos mais básicos, como é o direito à habitação.

2015/02/03 - 12:06am

Precisamos muito que a firmeza e clareza do novo governo grego seja acompanhada e apoiada. As eleições foram na Grécia, é certo, mas é em defesa dos povos da Europa que se levanta a voz do primeiro-ministro grego.

2015/01/18 - 10:59am

A experiência de estar na Grécia por estes dias é de uma intensidade esmagadora. Toda a gente em suspenso e toda a gente em movimento ao mesmo tempo.

2014/12/07 - 12:02am

A ONU denuncia aquilo que muitos em Portugal já disseram. A austeridade em Portugal desencadeou uma catástrofe humanitária. As causas não são naturais. São humanas.

2014/11/11 - 2:13pm

No dia mundial da diabetes seguramente todos dirão o quão empenhados estão no combate à epidemia, mas nos outros dias, nos dias de fazer as contas ao orçamento que se vai aplicar, nos dias de fazer as escolhas políticas no âmbito do Estado social, lá se vai o respeito pela doença e por quem vive com ela.

2014/10/12 - 11:54am

O direito comunitário diz que todos os credores devem ser chamados à responsabilidade e o governo de Pedro Passos Coelho decidiu proteger alguns: os grandes. Com o dinheiro de todos nós decidiu que se lhes ia pagar, mas apenas aos tubarões.

Pages