You are here

Barcelos: Jantar em Alvito S. Pedro marca arranque da campanha

O Bloco de Esquerda de Barcelos iniciou a sua campanha eleitoral com um jantar na freguesia de Alvito S. Pedro. José Maria Cardoso reafirmou a oposição do Bloco à agregação de freguesias, recordando que foi por iniciativa bloquista que a Assembleia Municipal de Barcelos foi a única do país a aprovar um referendo local sobre esta lei.
Jantar de arranque da campanha do Bloco para as autárquicas em Barcelos.

O Bloco escolheu Alvito S. Pedro para o arranque da campanha eleitoral no Concelho por ter nesta freguesia, agora agrupada com Alvito S. Martinho e Couto, um representante seu na assembleia de freguesia local. Zacarias Leiras volta a ser o cabeça de lista neste agrupamento.

Ainda durante a tarde, Zacarias Leiras, acompanhado por outros membros da sua lista aderentes e dirigentes concelhios do Bloco de Esquerda, percorreram as freguesias vizinhas distribuindo os programas de candidatura e contactando com a população.

 Cerca das 20.30 h iniciou-se o jantar animado e participado por cerca de uma centena de pessoas.

As intervenções políticas couberam ao candidato local, a Mário Costa, candidato à Assembleia Municipal e a José Maria Cardoso, candidato do Bloco à Câmara.

Depois de ter dito que é contra a União de freguesias e tudo fazer para revogar a lei, Zacarias Leiras afirmou que é favorável à constituição de um Conselho Consultivo que represente as instituições e residentes das diferentes freguesias. Depois apresentou as propostas do seu programa eleitoral e apelou para uma votação massiva nestas eleições.  

Mário Costa falou na gritante desproporcionalidade entre os meios usados na campanha eleitoral por PS, a coligação PSD/CDS/PPM e os restantes partidos, classificando como desleal e promíscuo o uso do Partido Socialista dos meios da Câmara nesta campanha. Pediu ainda um reforço da votação no Bloco de Esquerda para garantir uma maior representação do Partido na maior Assembleia do país.

José Maria Cardoso, para além de tecer várias críticas à atitude antidemocrática do executivo camarário que através de uma vertigem inauguracionista tudo tem feito para mostrar obra em final de mandato, assim como a utilização do erário público – infomail´s da Câmara / anúncio de obras de melhoramento de estradas municipais / regabofe de subsídios na última reunião de Câmara - em benefício da candidatura do PS. O candidato à Câmara destacou o papel do Bloco no processo de luta contra esta pseudo reforma territorial destacando que foi o seu partido que aprovou em AM a realização de um referendo sobre esta matéria – caso único no país. Depois de apelar à forte participação no ato eleitoral e de afirmar a sua candidatura como alternativa, José Maria Cardoso apresentou algumas das propostas de compromisso eleitoral do BE com os barcelenses, dando especial destaque à agricultura – actividade dominante nestas freguesias.  

Foi um excelente início de campanha, que encheu de ânimo todos os candidatos e simpatizantes da candidatura do BE em Barcelos.

Termos relacionados Autárquicas 2013, Política
(...)