You are here

Eleição de um vereador em Lisboa está “ao alcance das nossas mãos”

Durante uma ação de campanha em Benfica, João Semedo, candidato à Câmara Municipal de Lisboa, afirmou que, quando o Bloco apresentou a sua candidatura a esta autarquia há três meses, a eleição de um vereador “era um objetivo difícil, mas agora está ao alcance das nossas mãos”. A nível nacional, “a direita sabe que está em risco de perder” as eleições autárquicas, o que “pode levar à demissão do Governo”, adiantou o coordenador nacional do Bloco.

“O próprio Governo e a própria direita bem sabem que estão em risco de perder as eleições [autárquicas] e de ter com isso uma derrota que fragiliza o Governo e que o pode levar à demissão”, adiantou João Semedo.

O candidato bloquista lembrou também que “há uns meses, o primeiro-ministro [e presidente do PSD, Pedro Passos Coelho] disse ‘que se lixem as eleições, eu estou aqui para fazer esta política’”, mas agora “todos os dias faz campanha eleitoral”.

Uma “mudança tão radical” demonstra, segundo o coordenador do Bloco, que “inevitavelmente estas eleições vão ter uma leitura política nacional”.

“Cada voto nos candidatos do PSD e do CDS vai ser utilizado pelo Governo para sustentar e para levar mais longe a política de austeridade e do memorando. Todos os votos à esquerda e no Bloco de Esquerda são os votos de quem quer a mudança, de quem quer demitir este Governo, de quem quer mudar esta política, de quem quer ter um governo de esquerda”, frisou.

No que respeita à autarquia de Lisboa, João Semedo mostrou-se confiante na eleição de um vereador. Há três meses, a eleição de um vereador “era um objetivo difícil, mas agora está ao alcance das nossas mãos”, avançou o candidato.


 

Termos relacionados Autárquicas 2013, Política
(...)