You are here

Évora: Bloco acusa PS de alterar o Plano de Intervenção em Espaço Rural

A candidata independente Maria Helena Figueiredo afirmou opor-se à exploração mineira na Serra do Monfurado, na freguesia de Boa-Fé, em Évora, por se tratar de uma área "classificada como Rede Natura 2000" e acusou a gestão do PS de cometer “um erro fatal”, que foi o de alterar o Plano de Intervenção em Espaço Rural para a Serra do Monfurado.

"A câmara cometeu um erro fatal, que foi o de alterar o Plano de Intervenção em Espaço Rural para a Serra do Monfurado, que foi modificado especificamente para permitir a atividade mineira", adiantou a candidata em declarações à agência Lusa, salientando opor-se à abertura, por parte da canadiana Colt Resources, de uma mina de ouro na freguesia de Boa-Fé, no concelho de Évora.

Segundo Maria Helena Figueiredo, o Bloco de Esquerda tomou esta posição "muito veemente e muito clara", assinalando que foi o único partido que se manifestou contra quando a questão foi debatida numa reunião da Assembleia Municipal de Évora.

Durante uma ação de pré campanha para as autárquicas de 29 de setembro, a candidata do Bloco de Esquerda defendeu ainda que o município deve, "não apenas renegociar alguns contratos que existem, mas, sobretudo, encontrar novas formas de financiamento através de receitas camarárias".

Para Maria Helena Figueiredo, existe "uma oportunidade única" para o município, que consiste no aproveitamento dos "fundos estruturais 2014-2020 e do Horizon 2020" para assumir "um papel de 'pivot' no relançamento da economia local", sendo que a câmara deve ser "capaz de ela própria ser beneficiária destes fundos comunitários" e de preparar "candidaturas com bons projetos que possam ser financiados".

"É necessário preparar um plano de economia integrado com um plano regional, que evidencie a competitividade da região e que envolva parcerias regionais", frisou.

Termos relacionados Autárquicas 2013, Política
(...)