You are here

Marisa Matias

Eurodeputada, dirigente do Bloco de Esquerda, socióloga.

Artigos do Autor(a)

2019/02/11 - 11:17am

“Fixem bem este nome: Lara. Tinha dois anos e foi assassinada pelo pai. A 7 de Fevereiro a violência doméstica conta já com 10 vítimas mortais. Da próxima vez que disserem que não há desigualdade de género, que não há discriminação ou violência contra as mulheres, lembrem-se da Lara”.

2019/02/03 - 10:58pm

Ao contrário de outras assembleias, no Parlamento Europeu o lobby não é uma actividade totalmente obscura. A cada dia do Parlamento haverá tantos ou quase tantos lobistas como deputados.

2019/01/27 - 9:34pm

Chega de fingir que vivemos num país onde não há racismo. Existe e é abafado e escondido para que se possa continuar a dizer que não existe, que tudo se resume a uns episódios pontuais.

2019/01/21 - 2:46pm

Esta semana um país inteiro juntou-se solidariamente às mulheres andaluzas. Falo do nosso país vizinho, como é óbvio.

2019/01/13 - 5:11pm

A notícia não é de hoje. Há cerca de um ano que a Ana Gomes decidiu não voltar a candidatar-se ao Parlamento Europeu, mas foi esta semana que se fez a notícia.

2019/01/07 - 5:14pm

Na Europa parece ter-se esquecido que os muros, tal como qualquer barreira não impedem apenas as entradas. Estes são também os muros que nos têm reféns a todos de uma política que ou se trava ou só pode acabar mal.

2018/12/30 - 10:23am

Derrotar a extrema-direita requer novas narrativas de identidade colectiva que abarquem o pluralismo. Novas políticas que reintroduzam os direitos sociais onde a austeridade cavou mais fundo e a cultura humanista apoiada em colectivos não amedrontados.

2018/12/24 - 9:59pm

A tentativa de apropriação do descontentamento por parte da extrema-direita portuguesa é um facto e não matéria de opinião. Isso não é uma novidade, mas é preocupante.

2018/12/17 - 11:10am

Só a paz nos pode salvar da guerra, só a eliminação das desigualdades nos pode salvar da insegurança. Que tal ter estes pontos de partida?

2018/12/07 - 12:24pm

Numa sociedade democrática, garantir casa para toda a gente tem de ser prioridade política, porque é condição essencial no combate a todas as formas de exclusão e de desigualdade.

Pages