Itália: Berlusconi condenado a um ano de prisão

07 de March 2013 - 13:12

Tribunal condena ex-primeiro-ministro pela publicação ilegal, em 2005, de escutas telefónicas entre o então líder da esquerda, Piero Fassino, e o presidente da seguradora Unipol sobre o processo de aquisição da Banca Nazionale del Lavoro.

PARTILHAR
Grafitti em Milão. Foto de Torredibabele

O empresário e ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi foi condenado a um ano de prisão pela violação do segredo de Justiça no caso da OPA lançada pela seguradora Unipol ao banco BNL (Banca Nazionale del Lavoro).

O Tribunal considerou Berlusconi culpado pela publicação ilegal de escutas telefónicas, em finais de 2005, no Il Giornale, cujo proprietário era o irmão de Berlusconi, da transcrição de uma conversa telefónica entre o então líder da esquerda, Piero Fassino, e o presidente da Unipol, Giovani Consorte. Paolo Berlusconi, por seu lado, foi condenado a dois anos e três meses.

Berlusconi deverá apelar da sentença e aguardar o resultado do apelo em liberdade.

Berlusconi tem marcados para este mês os veredictos dos processos em que é acusado de fraude fiscal (Mediaset) e de prostituição de menor e abuso de poder (Rubygate).

O ex-primeiro-ministro já atacou a justiça de Milão durante a campanha eleitoral de fevereiro. “São três mulheres juízes, feministas e comunistas. São juízes de Milão que me perseguem desde 1994.”