You are here

Adesão total à greve na CP

"Os comboios que estão a circular são os que estão inseridos nos serviços mínimos. Neste momento, tirando isto [serviços mínimos] a adesão é total”, adiantou o coordenador da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans), José Manuel Oliveira. A greve na CP enquadra-se na semana de luta do setor dos transportes e comunicações termina no sábado com uma manifestação nacional em Lisboa.
Foto de Paulete Matos.

"Todo o serviço comercial da CP está encerrado, as bilheteiras e só há meia dúzia de comboios a circular inseridos nos serviços mínimos", afirmou o dirigente sindical em declarações proferidas à agência Lusa logo pela manhã.

"Quanto aos comboios de mercadorias, regista-se uma paralisação total desde as 0h uma vez que aqui não há serviços mínimos", adiantou ainda José Manuel Oliveira.

Também os trabalhadores da Scotturb, que garante a rede de transporte nos concelhos de Cascais, Oeiras e Sintra, estão esta em greve esta quarta feira.

Na quinta feira, pelas 10h, os trabalhadores da Carris promovem um plenário de trabalhadores reformados em frente ao Ministério da Economia.

Já na sexta-feira, será a vez dos trabalhadores da Transportes Sul do Tejo (TST) paralisarem, com plenários marcados para as 10h30 no Laranjeiro, Setúbal, Sesimbra e Montijo Os trabalhadores da Rodoviária de Lisboa vão concentrar-se junto à administração da empresa e a circulação de viaturas será suspensa entre as 8h e as 14h (ver comunicado de imprensa com lista de ações agendadas)

As ações de luta promovidas durante esta semana, entre as quais as greves promovidas esta quarta feira pelos trabalhadores da CP e na CP Carga e na quinta feira pelos trabalhadores da Refer “têm como base os problemas com que os trabalhadores se confrontam em cada empresa, mas que, quase todos, resultam das políticas que o governo desenvolve com vista a empobrecer os portugueses e aumentar a exploração de quem trabalha, em benefício dos grupos económicos e financeiros”.

A semana de luta termina no sábado com uma manifestação nacional em Lisboa. A concentração está marcada para o Largo Camões, às 14h30, dando início a uma marcha até à Assembleia da República.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade
Comentários (1)