You are here

Bloco preocupado com sucessão de incidentes na central de Almaraz

O grupo parlamentar bloquista pediu explicações ao Governo sobre os incidentes registados este mês na central nuclear de Almaraz, situada a 150 quilómetros da fronteira portuguesa e junto ao Rio Tejo.
A central nuclear de Almaraz, situada junto ao Tejo, tem registado sucessivos incidentes que alarmam a população. Foto Xabier Cid/Flickr

Por volta da meia noite de dia 16 de fevereiro, registou-se mais um incidente na central nuclear espanhola de Almaraz. Desta vez o que falhou foi uma peça no reator 2 que controla a pressão de água e é considerada fundamental para o funcionamento da central.

O Conselho de Segurança Nuclear espanhol classificou o incidente como sendo de "nível zero" na Escala Internacional de Ocorrências Nucleares, mas as organizações ecologistas asseguram que se tratou de um incidente de nível 2. 

O que é certo é que o reator foi obrigado a parar durante todo o fim-de-semana e o Bloco de Esquerda entende que "face aos riscos e aos repetidos incidentes, as preocupações profundas sobre a sua segurança e a segurança para os habitantes de uma vasta área são fundadas".

Por isso, as deputadas Ana Drago e Helena Pinto dirigiram um requerimento ao Ministério do Ambiente, para que se saiba "que medidas tem o Ministério preparadas para proteger as populações e o ecossistema no caso de incidentes mais graves".

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Almaraz - ameaça nuclear, Ambiente
(...)