You are here

Bloco quer referendo à privatização da água

Luís Fazenda anunciou que o Bloco quer que a população seja chamada a se pronunciar num referendo à privatização da água e acusou o Governo de pretender privatizar o setor do abastecimento das águas “de modo disfarçado”. A proposta do Governo e o projeto do Bloco são debatidos esta sexta feira no parlamento.
Luís Fazenda anunciou que o Bloco quer que a população seja chamada a se pronunciar num referendo à privatização da água e acusou o Governo de pretender privatizar o setor do abastecimento das águas “de modo disfarçado”

"Queremos chamar todos os portugueses e portuguesas a pronunciarem-se se entendem que deve ser privatizado de modo disfarçado, como o Governo pretende fazer, o setor do abastecimento das águas, entendemos que a água é um bem público, um bem universal, escasso e de enorme valor e que não deve ser privatizado", afirmou o deputado Luís Fazenda em conferência de imprensa na Assembleia da República.

O deputado do Bloco denunciou que a proposta do Governo "permite concessionar a privados a gestão da água", o que "é um modo de privatizar", salientando: "É negativo que a água se transforme numa mercadoria e num bem que será objeto da especulação de interesses privados de vário tipo, inclusivamente multinacionais".

Luís Fazenda acentuou também: "Nós queremos que a água se mantenha inteiramente pública, é um direito reconhecido pelas Nações Unidas (...) Entendemos que deve permanecer sob gestão pública e que deve ser um bem comum a todos os portugueses e portuguesas, a todos os cidadãos e cidadãs".

O dirigente do Bloco frisou que a gestão pública das águas impedirá "aumentos brutais de tarifas como já se promete", "circunstâncias de discriminação no acesso à água consoante os pontos do território" ou falta de "investimento para que haja proteção dos recursos".

Nesta sexta feira é debatido na Assembleia da República o projeto de lei do Bloco (ler na íntegra), assim como a proposta do Governo que abre a privados os setores das águas e dos resíduos e uma proposta do PCP para vedar o acesso de empresas privadas às atividades económicas de abastecimento público de água, de saneamento de águas residuais e de gestão de resíduos sólidos urbanos.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Ambiente
Comentários (1)