You are here

Rui Matoso

Investigador e docente universitário

Artigos do Autor(a)

2015/10/06 - 12:53am

O Bloco, ao contrário daquilo que a pergunta retórica pretende insinuar, tem muitas e diversas razões para celebrar os resultados eleitorais de 2015.

2015/09/15 - 12:52am

A coligação de direita vem há muito prosseguindo uma estratégias de “relações públicas” baseada no mecanismo kitsch de aprofundamento da ignorância e menorização intelectual dos eleitores.

2015/08/01 - 12:19pm

A pretensão de uma filosofia pós-humanista progressista não passa obviamente por recusar as conquistas universais dos direitos humanos; mas antes, por contrapor-se ao (neo)liberalismo político, à hegemonia do falocentrismo e do patriarcado, à heteronormatividade e ao darwinismo social como formas disciplinares da modernidade.

2015/06/08 - 10:00pm

O jornalista Chris Hedges (prémio Pulitzer) defende que estamos a viver já num momento revolucionário e no auge de uma crise humanitária sem precedentes.

2015/04/05 - 11:19am

Desde a 2ª Guerra Mundial que as investigações na automatização da vida e na digitalização das comunicações, na altura em prol de melhorias nas máquinas de guerra do exército norte-americano, se vêm consolidando. Artigo de Rui Matoso.

2015/03/08 - 11:19am

O fundamental na ideia de práticas (artísticas/culturais) instituintes é a confrontação com o “democratismo”. Por Rui Matoso – (Terceira parte do artigo “Para que servem as instituições culturais em épocas de crise?)

2015/02/22 - 5:25pm

A crescente mercadorização da cultura sob a égide do capitalismo tardio globalizado vem determinando a capitulação incondicional da cultura face aos imperativos do capital global, numa lógica de comercialização generalizada de todos os aspetos da vida e do conjunto das relações sociais. Por Rui Matoso.

2015/02/21 - 12:20pm

Na esfera pública cultural uma das mais relevantes funções sociais das instituições, especialmente por via das práticas artísticas, é a capacidade de criticar e propor alternativas ao status quo vigente, o qual se expressa na cristalização das hierarquias, dos privilégios e das desigualdades. Por Rui Matoso

2014/12/27 - 10:21pm

Em Cavalo Dinheiro, Pedro Costa parece querer fechar o ciclo etnoficcional dedicado a uma comunidade de imigrantes de Cabo Verde em Portugal e ao processo de desterritorialização provocado pela demolição do bairro das Fontainhas.

2014/12/01 - 12:01am

Segundo o filósofo José Gil, a atrofia do indivíduo efetivada através da política austeritária de ataque constante às condições de bem-estar social, resulta no surgimento de um ego artificialmente sobrevalorizado e ensimesmado, sem correspondência real e socialmente aferida.

Pages