You are here

Emissões globais de gases com efeito de estufa estão 11% acima da meta para 2020

Enquanto os governos se reúnem em Doha para prosseguir a discussão sobre Alterações Climáticas, o relatório mais recente do Programa Ambiental da ONU mostra que as emissões de gases com efeito de estufa somam hoje 50 gigatoneladas de equivalente de carbono.
O aumento da temperatura média contribui para o maior degelo no Ártico, que este ano atingiu novo record. Foto Pelo Pantón/Flickr

Ao mesmo tempo em que milhares de políticos, diplomatas, funcionários de ONGs e jornalistas se reúnem em Doha para as duas semanas do Congresso Anual de Alterações Climáticas da ONU, o relatório mais recente do Programa Ambiental da ONU (UNEP) mostra que as questões climáticas vão de mal a pior. Emissões de gases com efeito de estufa somam hoje 50 gigatoneladas de equivalente de carbono (GtCO2e). Este valor é 20% mais alto do que costumava ser em 2000 e, preocupantemente, 11% mais alto que o valor precisa ser em 2020 para assegurar que as temperaturas globais não se elevem acima de 2 graus Celsius (vide a região vermelho claro no gráfico).

Em teoria, isso não seria tão importante se os gases com efeito de estufa fossem cortados de maneira mais radical no futuro (embora isso tivesse o efeito de elevar os custos). O problema é que os países não se estão a comprometer a fazer cortes suficientemente grandes. O UNEP observou o impacto da redução de emissão das diversas promessas feitas pelos países desde a conferência sobre alterações climáticas em Copenhaga em 2009. Se os países concretizarem as suas promessas menos ambiciosas e permitirem várias brechas e regras lenientes, isso não faria uma diferença real: as emissões seriam apenas 1 GtCO2e menores que o normal (caso A).

Emissões globais de gases com efeito de estufa

Mesmo a implantação das promessas mais ambiciosas, sujeitas a normas rigorosas, fariam com que os países atingissem apenas metade do total necessário para impedir que as temperaturas globais aumentem em mais de 2 graus (caso B). E as emissões ainda estariam a aumentar em 2020.


Artigo publicado por Envolverde, orginalmente na revista Economist

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Ambiente
(...)