You are here

Bloco de Macedo de Cavaleiros defende helicóptero

O Bloco de Esquerda de Macedo de Cavaleiros defende a permanência do helicóptero de assistência médica naquela cidade, contra a deslocalização para Vila Real. Em comunicado, a estrutura local do Bloco denuncia a “sangria sem fim” dos serviços públicos no distrito de Bragança e declara o apoio à manifestação de 15 de setembro em Macedo de Cavaleiros.
A ida do helicóptero de assistência médica para a cidade de Macedo de Cavaleiros, “foi devida ao encerramento de vários Serviços de Atendimento Permanente no distrito e a sua localização, devida à centralidade do concelho”.

O Bloco de Esquerda de Macedo de Cavaleiros refere que o partido sempre defendeu a permanência de serviços públicos nas aldeias, vilas e cidades deste país, salientando que defender os serviços públicos é “defender a dignidade das pessoas; com especial relevo, para as populações das regiões mais despovoadas e esquecidas do país, como é o caso da região de Trás-os-Montes”.

No comunicado, o Bloco denuncia que no Distrito de Bragança se tem assistido “a uma sangria sem fim dos nossos serviços públicos, desde tribunais e correios, a freguesias e escolas, sendo, também, a saúde uma das áreas visadas no egoísmo e despotismo dos atuais governos”.

A estrutura local relembra que a ida daquele deste meio aéreo de assistência médica para a cidade de Macedo de Cavaleiros, “foi devida ao encerramento de vários Serviços de Atendimento Permanente no distrito e a sua localização, devida à centralidade do concelho”.

O Bloco declara ainda o apoio à manifestação de 15 de Setembro, em Macedo de Cavaleiros “de Homens e Mulheres transmontanos empenhados em defender os Serviços Públicos da Região”.

Leia o comunicado na íntegra em braganca.bloco.org

Termos relacionados Política
Comentários (1)