You are here

Como na Europa, desorientação do Governo Merkel

A derrota da CDU nas eleições da Renânia do Norte, oitava em eleições estaduais desde 2009 e a consequente mudança no Ministério do Ambiente, trouxe uma grande agitação ao Governo Merkel. As criticas continuam e já nas fileiras do partido do Governo.

A líder da CSU no Estado da Baviera, Gerda Hasselfeldt elogia o designado sucessor de Röttgen, Peter Altmaier, na foto, como uma escolha sólida e prometeu apoio total, evidentemente satisfeita com a troca. O Presidente do Governo do Estado da Saxónia da CDU vai mais longe e afirma que esta mudança de Ministro é “a oportunidade para uma política agressiva com vista a desenvolver soluções para a reestruturação da energia eléctrica”.

Mas a realidade é que, a derrota da CDU nas eleições da Renânia do Norte, oitava em eleições estaduais desde 2009 e a consequente mudança no Ministério do Ambiente, trouxe uma grande agitação ao Governo Merkel. As criticas continuam e já nas fileiras do partido do Governo.

A deputada Uwe Schummer disse ao Stuttgarter Nachrichten que “a humilhação de Röttgen pela Chanceler foi cruel. Os apoiantes na Renânia tinham acabado de colar cartazes dizendo que Röttgen era o melhor para a região e agora a Chanceler demonstrou que ele estava no Governo mas valia muito pouco.”

Wolfgang Bosbach,um dos críticos de Merkel da região já pediu mesmo um debate para analisar as causas da derrota e que consequentemente, levaram à auto demissão de Röttgen do cargo de Chefe da CDU na Renânia do Norte.

Entretanto, Angela Merkel planeia uma sessão de esclarecimento, com entrevistas nos jornais, na próxima semana e ainda uma cimeira da coligação governamental com Philip Rösler do FDP e com Seehofer chefe da CSU.

A data certa deste encontro ainda não é conhecida mas só irá acontecer depois do regresso da Chanceler dos Estados Unidos onde participa na reunião do G-8 e da cimeira da NATO.

Sobre o/a autor(a)

Termos relacionados Internacional
(...)