You are here

25 anos de "Peste & Sida" assinalados com livro e concertos

Esta sexta-feira, a banda punk-rock Peste & Sida comemora o 25º aniversário com um concerto em Lisboa e no sábado, dia 21 de abril, no Porto. O livro "Peste & Sida - 25 anos de Veneno" inclui dezenas de testemunhos e centenas de imagens, bem como um CD de tributo em que participam os Xutos & Pontapés, Tara Perdida, Manuel João Vieira, entre muitos outros.
25 anos depois, os Peste & Sida fazem a festa com concertos em Lisboa e Porto.

Foi em 1987 que a banda então formada por João San Payo, Luís Varatojo, Fernando Raposo, João Pedro Almendra e Orlando Cohen lançou o LP "Veneno" e ganhou popularidade com concertos por todo o país, incluindo atuações na primeira parte dos concertos dos Xutos & Pontapés. Desde então, a formação da banda sofreu alterações, com várias entrads, saídas e reentradas. Nuno Rafael, Marco Franco, Sérgio Nascimento, João Cardoso, João Alves e Sandro Dosha. Os dois últimos compõem com João San Payo a atual formação da banda.

A história dos Peste & Sida pode ser contada através dos seus álbuns. À sonoridade punk de "Veneno", seguiram-se aproximações aos ritmos do reggae e do rap, com o álbum "Portem-se Bem", de 1989, a massificar a música "Sol da Caparica", uma versão de "California Sun", dos Ramones. No ano seguinte editam "Peste & Sida é Que é!", que inclui uma versão do tema "A Morte Saiu à Rua" de José Afonso e em 1992 sai o último LP desta fase da banda, "Eles Andam Aí!". É neste ano que a banda começa a tocar versões de outros músicos, assumindo o nome de Despe & Siga, com muitos concertos pelo país fora.

As letras dos Peste & Sida sempre combinaram a crítica social com a boa disposição e alguns dos êxitos da banda no início dos anos 90 ainda hoje conservam a popularidade para a geração que veio depois. Depois de dois álbuns de compilações, os Peste & Sida interromperam uma década sem gravar originais com os álbuns "Tóxico" (2004), Cai no Real (2007) e "Não há Crise" (2011).

Para comemorarem os 25 anos de carreira, Augusto Figueira e Renato Conteiro escreveram o livro
“Peste & Sida - 25 anos de Veneno”, com prefácio de Miguel Cadete e editado pela Ulmeiro. Os concertos desta sexta-feira 13 na República da Música, no bairro lisboeta de Alvalade e no dia 21 no Hard Club do Porto têm bilhetes a 15 euros, com oferta deste livro que vem com um CD de tributo com a participação de bandas como Xutos & Pontapés, Tara Perdida, Simbiose, Decreto 77, Barafunda Total, Manuel João Viera, Rat Swinger, Galandum Galundaina, Primata Robot, Albert Fish, Zero à Esquerda, Resposta Simples, Winterspring, Asfixia, Boca Doce, Grog, Defying Control, Vira Lata e Gilberts Feed Band.  

O concerto de Lisboa terá a participação dos antigos elementos João Pedro Almendra, Orlando Cohen, Nuno Rafael e outros amigos da banda como Jonhie (Asfixia, Simbiose e Crise Total), Ian Mucznik (Los Tomatos, Rat Swinger), DJ dub_bud, entre outros. No Porto, a banda promete uma actuação especial dos Galadum Galundaina.

Peste & Sida - Veneno

Peste & Sida - Família em Stress

Peste & Sida RTP 1993 (Tu Queres Ecus)

a verdadeira historia de alcides pinto

Termos relacionados Cultura
(...)