You are here

Paralisação dos transportes agendada para 2 de fevereiro

Esta quarta-feira, os trabalhadores do sector dos transportes e comunicações aprovaram uma resolução na qual decidiram renovar o pedido de reunião ao Ministro da Economia, realizar até ao final do corrente mês, plenários e acções em cada uma das empresas do sector e marcar um dia de greves no sector, a realizar no dia 2 de Fevereiro de 2012.
Na resolução aprovada, os trabalhadores do sector dos transportes e comunicações do Sector Empresarial do Estado criticam as medidas enunciadas no denominado PET “Plano Estratégico de Transportes”.

Na resolução aprovada, os trabalhadores do sector dos transportes e comunicações do Sector Empresarial do Estado criticam as medidas enunciadas no denominado PET “Plano Estratégico de Transportes”, no qual é “previsto o fim dos actuais Acordos de Empresas, a redução dos salários e dos postos de trabalho, assim como a redução dos serviços públicos prestados às populações” e criticam ainda o “roubo dos subsídios de férias e natal e a redução do pagamento do trabalho suplementar”, anunciado no Orçamento do Estado.  

A greve a realizar pelos trabalhadores no dia 2 de fevereiro de 2012, cuja duração será decidida pelas organizações de trabalhadores de cada empresa, terá como objectivos a defesa do serviço público de qualidade ao serviço do País e dos cidadãos, da negociação colectiva e aumento do poder de compra e do cumprimento dos Acordos de Empresa e constituirá uma forma de protesto contra a redução de carreiras e serviços, as privatizações da concessão das empresas públicas do sector, os despedimentos e aumento da precariedade no trabalho, as tentativas de imposição do aumento dos horários de trabalho e a repressão contra os trabalhadores nas empresas.

Termos relacionados Sociedade
(...)