You are here

Soflusa quer cortar 48 ligações entre Lisboa e Barreiro

A Comissão de Trabalhadores da Soflusa denuncia a intenção da administração da empresa em cortar quase meia centena de ligações fluviais entre Lisboa e Barreiro. "Ao fim de semana vai ser um descalabro", dizem os trabalhadores da empresa.
Ao fim de semana, o tempo de espera pelo barco entre Lisboa e Barreiro vai aumentar para o dobro. Foto nmorao/Flickr

«No sábado e no domingo, são suprimidas cerca de 50 por cento das carreiras, ou seja, à volta de 30», avançou José Camões, da CT, à agência Lusa, acrescentando que no total, serão eliminadas 48 ligações fluviais.

Se o plano da empresa for em diante, aos fins de semana as ligações fluviais entre Lisboa e Barreiro terão uma hora de intervalo em vez da atual meia hora. Ainda segundo  membro da Comissão de Trabalhadores, a empresa prepara-se também para cortar duas viagens de manhã e quatro à noite nos dias úteis.

A administração da Soflusa não confirma estes números mas admite os cortes e emitiu uma nota à imprensa em que diz que «todas as alterações que vierem a efetuar-se neste sentido nunca entrarão em vigor antes de 1 de fevereiro de 2012 e serão, como habitualmente, comunicadas aos passageiros atempadamente».

Com estes cortes, os trabalhadores temem pelos seus postos de trabalho. "Está na cara de toda a gente que quando há supressão de carreiras, passa a haver pessoal em excesso. Primeiro cortam carreiras e depois cortam pessoal", disse José Camões, sublinhando que "isso é uma coisa que os trabalhadores não vão aceitar".

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Sociedade
Comentários (1)