You are here

Sindicalistas reunidos em Atenas contra a austeridade

O Bloco de Esquerda participou no 10º Encontro da rede de sindicalistas da Esquerda Europeia e viu aprovada a resolução proposta pela sua delegação contra o ataque austeritário ao trabalho e aos povos da Europa e pela criação de um dia europeu de luta contra a austeridade.
Sindicalistas europeus reuniram-se em Atenas para falarem do combate à austeridade

A representação do Bloco de Esquerda neste encontro foi assegurada por Cristina Andrade, Deolinda Martin, Francisco Alves e José Casimiro. Neste encontro participaram vários deputados da coligação grega SYRIZA, incluindo o presidente do seu grupo parlamentar Alexis Tsipras, bem como dois eurodeputados alemães do Die Linke e Nikolaus Chountis, eurodeputado grego do Synaspismos.

"O caminho para superar os problemas da zona euro tem de ser o crescimento económico e a luta contra o desemprego", diz a resolução proposta pela delegação do Bloco e que o encontro aprovou. O documento critica ainda a decisão da cimeira europeia acerca da dívida grega, que visa mais proteger os investidores privados da desvalorização dos títulos que detêm do que dar qualquer ajuda ao povo da Grécia.

"A tragédia grega só antecipa o que a política da austeridade está a tornar inevitável em Portugal", sublinha a resolução aprovada pelos sindicalistas no dia 12 em Atenas. Uma outra resolução dedicada à juventude e precariedade foi aprovada. Nela se defende o apoio ao emprego jovem, o investimento na escola pública e o fim dos estágios não remunerados que são uma forma de exploração cada vez mais usada pelo patronato.

"É necessária uma estratégia de crescimento que signifique trazer de volta as pessoas ao trabalho e investir dinheiro na criação de empregos", defende ainda a resolução que diz que "a precariedade na Europa não é um processo natural, mas sim politicamente orientado e por isso reversível".

Termos relacionados Política
(...)