You are here

Miguel Portas: "Indignados têm sede de justiça"

Miguel Portas sublinhou no plenário do Parlamento Europeu que os “Indignados” que se manifestam de Nova Iorque a Lisboa, de Madrid a Atenas “podem não saber muito de mercados financeiros, mas têm uma coisa essencial: sede de justiça”.
Miguel Portas deu razão aos indignados com as políticas da Europa que ajudam o sistema financeiro e abandonam as pessoas em dificuldades.

Miguel Portas ilustrou a conclusão com a situação absurda que é a de estar em marcha uma operação de recapitalização da banca apenas alguns meses depois “de os testes de stress terem feito passar com distinção a grande maioria dos bancos europeus”.

“Afinal era tudo mentira”, deduziu o eurodeputado da Esquerda Unitária eleito pelo Bloco de Esquerda. E um desses bancos, o banco Dexia, “classificou-se até em 12º lugar e o seu principal administrador recebeu um bónus de 600 mil euros”. E agora, acrescentou Miguel Portas, “pela segunda vez em três anos o banco Dexia pede para ser salvo com o dinheiro dos contribuintes europeus”.

É por tudo isto, disse Miguel Portas, “que sinceramente dou toda a razão aos Indignados”. Nós todos “temos de ter a noção de quão tolerantes temos sido com o sistema financeiro”.


Artigo publicado no portal do Bloco no Parlamento Europeu.

Termos relacionados Política
(...)