You are here

Deputada questiona MAI sobre megaoperação policial

Mariana Aiveca, do Bloco de Esquerda, quer saber quem autorizou a operação de apreensão de 40 camiões da TNC, que mobilizou 200 agentes da PSP, apesar de o processo de liquidação da empresa estar suspenso por decisão judicial.
"Não se compreende como poderá ter acontecido esta megaoperação policial apesar do mandato judicial estar suspenso", diz Mariana Aiveca

A deputada Mariana Aiveca, do Bloco de Esquerda, questionou o Ministério da Administração Interna sobre a operação de apreensão de 40 camiões da empresa TNC que estavam no Campus da Justiça e nas instalações da empresa. A apreensão mobilizou 200 agentes da PSP que alegaram estar a cumprir mandato judicial para liquidar a transportadora.

A deputada bloquista recorda, na pergunta dirigida ao Ministério, que “horas antes, o Tribunal do Comércio de Lisboa suspendeu, no dia 11 de Outubro, o processo de liquidação da TNC e convocou uma assembleia de credores para dia 5 de Dezembro”. E prossegue: “Assim, não se compreende como poderá ter acontecido esta mega operação policial apesar do mandato judicial estar suspenso.”

Mariana Aiveca quer saber se o MAI teve conhecimento desta operação, quem a autorizou esta operação, como se explica que os agentes da PSP possam ter avançado com a operação apesar da

suspensão do processo de liquidação da TNC pelo Tribunal do Comércio de Lisboa. Finalmente, a deputada pergunta quando se irão devolver os camiões à empresa para garantir a sua viabilidade e os 126 postos de trabalho.

Mariana Aiveca questionou também o Ministério da Economia para saber que esforços já realizou o governo para a viabilização da TNC e dos 126 postos de trabalho, e para a defesa dos direitos destes trabalhadores.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)