You are here

INE: impacto do buraco da Madeira no défice supera previsões

Segundo dados do INE divulgados esta sexta-feira, Portugal registou, no segundo trimestre de 2011, um défice de 8,9%, contra os 7,7% registados nos primeiros três meses do ano. O défice de 2010 foi revisto em alta de 9,1 para 9,8% do Produto Interno Bruto (PIB).
Foto de Homem de Gouveia/Lusa.

O impacto da dívida da Região Autónoma da Madeira foi superior às previsões que o Instituto Nacional de Estatística (INE) e o Banco de Portugal (BdP) avançaram a 16 de Setembro, em 104,8 milhões de euros.

Segundo as estatísticas apresentadas esta sexta-feira pelo INE, o impacto do buraco das contas da Madeira foi maior em 2010, tendo este instituto revisto o défice do ano passado de 9,1 por cento para os 9,8 por cento.

Para 2008, o défice português foi revisto para 3,6 por cento do PIB, contra os 3,1 por cento anteriormente anunciados e o défice de 2009 passou de 10 por cento do PIB para os 10,1 por cento.

Em 2008, o buraco da Madeira foi 34,7 milhões superior ao previsto, situando-se nos 174,7 milhões, enquanto em 2009 o valor passou de 58,3 milhões para 68,4 milhões. Em 2010, o impacto do buraco da Madeira ascendeu a 975 milhões, contra os 915,3 milhões anunciados anteriormente.

Relativamente a 2011, e segundo as Contas Nacionais Trimestrais por Sector Institucional, o valor do défice acumulado nos primeiros seis meses do presente ano atingiu os 6.995,3 milhões de euros.

No segundo trimestre de 2011, o défice português situou-se nos 8,9%, contra os 7,7% registados nos primeiros três meses do ano.

Responsabilidades financeiras do governo regional da Madeira ascendem a 7,3 mil milhões

De acordo com o Diário Económico, a dívida da Região Autónoma da Madeira deverá ascender a 6,3 mil milhões de euros, valor superior aos 5,8 mil milhões anunciados pelo governo regional na semana passada.

O candidato do Bloco de Esquerda na Madeira, Roberto Almada, sublinha, contudo, que as responsabilidades financeiras do governo regional são muito superiores, devendo ascender a 7,3 mil milhões.

 

Termos relacionados Sociedade
(...)