You are here

Mariana Santos

Investigadora em políticas públicas

Artigos do Autor(a)

2014/07/18 - 11:22am

Sobre a crise no Grupo Espírito Santo, tem-se apontado muito o dedo à inércia das entidades supervisoras. O dedo que me interessa apontar aqui a estas entidades não é à dona Inércia no Banco de Portugal, mas à extrema actividade, diria mesmo activismo, destas instituições.

2012/04/12 - 12:04am

O Pacto Orçamental causa um dano bem mais profundo do que encravar institucionalmente o exercício da democracia no curto e médio prazos; historicamente, pode representar a sua diluição cultural.

2011/10/04 - 2:14am

Numa altura em que até Durão Barroso já vai balbuciando “heresias” como Eurobonds, vemos bem desenhar-se no horizonte a necessidade de mais integração política contra a alternativa do falhanço total.

2011/07/09 - 2:39pm

O papel das três principais agências de notação financeira na crise de dívida soberana na Europa pode hoje servir de ilustração à tese da performatividade da teoria económica.

2011/06/11 - 2:03pm

A infelicidade das alegorias de Cavaco Silva já há muito que deixou de surpreender...

2011/05/14 - 12:12am

A opção pelo mecanismo de resgate FEEF-FMI, em vez de outras hipóteses como a emissão de dívida europeia, não é politicamente neutra. Ela completa uma combinatória institucional engatilhada para produzir pressão no sentido da privatização e liberalização das economias.

2011/04/18 - 1:11am

O que se passa na Islândia é a resistência popular a levar ao limite as possibilidades que lhe são institucionalmente atribuídas. E é, nesse sentido, uma exposição crua dos limites à soberania popular da presente configuração da ordem económica.

2011/04/16 - 1:49am

O que se passa na Islândia é a resistência popular a levar ao limite as possibilidades que lhe são institucionalmente atribuídas. E é, nesse sentido, uma exposição crua dos limites à soberania popular da presente configuração da ordem económica.

2011/03/19 - 3:07am

O sentimento de desrespeito pela soberania popular, espoletado pela forma da imposição, não só deste PEC 4, mas também de todos os pacotes de austeridade, deve servir-nos de “alerta precoce” para os contornos que vai tendo a reconfiguração pós-crise da União Europeia.

2011/02/23 - 12:55am

Meio despercebida entre todo o ruído acerca do FMI, do FEEF e das birras do eixo franco-alemão acerca da governação económica na UE, há, desde Janeiro, uma autoridade de supervisão do sistema financeiro europeu...