You are here

Bulgária e Roménia não farão parte do Espaço Schengen

França e Alemanha barram entrada da Bulgária e Roménia no Espaço Schengen em 2011. Presidente romeno considera que este é um acto de discriminação e que o seu país cumpre os critérios técnicos exigidos para a adesão à área de livre circulação.
O presidente romeno afirmou que o seu país não vai "aceitar a discriminação de ninguém, nem mesmo dos Estados mais poderosos da União Europeia". Foto de Chesi - Fotos CC, Flickr.

Os ministros do interior francês e alemão enviaram uma carta à comissária europeia da Segurança, Cecília Malmström, na qual defendem que a Bulgária e a Roménia não reúnem as condições necessárias para aderir ao Espaço Schengen em 2011. Brice Hortefeux e Thomas Maizière alegam que estes dois países ainda registam inúmeras deficiências no que respeita à luta contra o crime organizado.

O presidente romeno já veio classificar a posição da França e da Alemanha como "um acto de discriminação". Traian Basescu afirmou, inclusive, que o seu país não vai "aceitar a discriminação de ninguém, nem mesmo dos Estados mais poderosos da União Europeia".

Basescu defendeu ainda que a Roménia cumpriu os critérios técnicos que lhe foram exigidos e que o seu país "deve estar sujeito às mesmas condições que outros países".

O porta-voz de Cecília Malmströn. Michele Cercone esclareceu, entretanto, que “A comissão europeia não tem poder de decisão na matéria”, e que essa" decisão deve ser tomada por unanimidade pelos Estados membros".

Cercone esclareceu ainda que peritos dos Estados membros já visitaram a Roménia e a Bulgária, e que irão apresentar um relatório em Janeiro, o qual será analisado pelos diferentes governos.

A posição agora manifestada pela França e pela Alemanha implica a inexistência de unanimidade sobre esta matéria e, consequentemente, implica também que a Roménia e a Bulgária não farão parte do Espaço Schengen em 2011.

Relações tensas

A operação de expulsão da comunidade cigana de território francês, implementada pelo governo de Sarkozy, e que mereceu a condenação quer do Parlamento Europeu quer da comissária europeia para a Justiça, Viviane Reding, veio deteriorar as relações entre a França e a Bulgária e Roménia. Este novo impasse, irá, muito provavelmente, agudizar a situação.

Termos relacionados Internacional
(...)