You are here

Alegre contra integração do Teatro São João na OPART

Manuel Alegre manifestou-se neste domingo contra a fusão do Teatro Nacional de São João na OPART, prevista no Orçamento de Estado para 2011.
Teatro Nacional de São João - Foto AntoniusJ/WikimediaCommons

O candidato presidencial visitou neste domingo o Teatro Nacional de São João (TNSJ) acompanhado pelo director artístico, Nuno Carinhas, e pela presidente do conselho de administração, Francisca Carneiro Fernandes.

“A integração do São João na OPART [Organismo de Produção Artística] parece-me mal”, disse Manuel Alegre, realçando que “o São João é um emblema cultural do Porto e do país. Tem uma grande tradição, tem prestígio nacional e internacional, e não há nenhuma razão para que não preserve a sua autonomia”.

Para o candidato presidencial a integração do TNSJ na OPART não representa “grande coisa do ponto de vista dos cortes orçamentais”, mas significa uma “regressão” cultural e acentuou que “têm da haver critérios culturais que não sejam condicionados por critérios contabilísticos porque isso, prazo, dá mau resultado”.

Alegre apelou à ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, na sua opinião uma “uma pessoa de sensibilidade e cultura”, para que a decisão seja repensada e prometeu: “Irei falar com as pessoas que têm poder de decisão no sentido de as sensibilizar, porque este é um teatro com uma grande tradição, uma grande história, uma grande projecção e não há razão nenhuma para passar a ser dirigido de Lisboa”.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)