You are here

Francisco Alves

Dirigente sindical.

Artigos do Autor(a)

2022/11/18 - 2:42pm

Hoje, não basta dizer que os direitos se defendem exercendo-os, são precisas respostas novas, discutidas e aceites pelos trabalhadores para na negociação e/ou na luta continuarmos a fazer frente a este enorme e violento ataque do patronato e governo.

2022/05/31 - 10:07am

O combate à inflação e a luta pelo aumento real dos salários e pensões, vai continuar e densificar-se. Vamos passo a passo, construindo as lutas e criando movimento de massas que seja capaz de dar respostas a governos de maioria absoluta, que não ouvem quem vive do seu trabalho.

2022/04/14 - 11:16am

Quando oiço o primeiro-ministro dizer que se recusa a mexer nos salários e pensões, sei bem que a sua posição se traduz num engolir dos rendimentos dos trabalhadores pela inflação, ao mesmo tempo que não atua no controle dos preços de bens essenciais e não taxa os “lucros que caiem do céu”.

2021/06/14 - 8:24pm

Notícias que saíram na Comunicação Social levam-me a escrever um apontamento sobre um assunto que os mais interessados e envolvidos na vida sindical e no sindicalismo de classe que se defende na CGTP, desejariam que não fosse notícia.

2020/08/18 - 10:00pm

Não aceitamos disputar migalhas, temos de colocar em cima da mesa as nossas posições com clareza. Isso ajudará o movimento popular e laboral a crescer e vir à luta para responder à crise.

2020/07/17 - 9:10am

Defendo que o teletrabalho total não é funcional, as pessoas precisam de interação laboral e social. Mas importa ouvir, quem sente na pele os efeitos desta nova realidade e não estão a ser devidamente compensados.

2020/02/10 - 9:41pm

O XIV Congresso da CGTP vai realizar-se a 14 e 15 de fevereiro. Estamos perante o enorme desafio do reforço da influência da central, por um sindicalismo que não tema o alargamento da sua agenda de intervenção e pelo reforço do pluralismo.

2017/02/19 - 9:39am

Precisamos de continuar a dar passos certos e seguros para não estagnarmos no caminho da mudança à esquerda.

2017/01/04 - 10:55pm

Em 2017 a esquerda precisa de fazer mais e melhor para retirar da legislação laboral “as marcas da troika e da direita”, entre as quais a redução dos dias de férias.

2016/12/12 - 1:46pm

Dia 19 de dezembro é a red line para os patrões tirarem as ilusões quanto a um acordo de concertação alargado que inclua aumento insignificante do Salário Mínimo Nacional.

Pages