You are here

O catavento infeliz

Mör Jokai de Ásva (1825-1904) – escritor húngaro, aos 21 anos publicou o seu primeiro romance, “Dias úteis”. Formado em direito, pouco se interessou pela profissão, abandonando-a para dedicar-se inteiramente à literatura.

Em Pest, dirigiu a revista Életképek. Amigo íntimo do poeta Sándor Petőfi, com ele participou do movimento revolucionário de independência da Áustria. Durante o período de repressão que se seguiu, teve de se esconder para não ser preso. Esmagada a revolta, consolou o país com o humor e optimismo inabalável dos seus livros.

Autor de mais de cem volumes, foi um dos escritores mais populares da Hungria e o maior romancista húngaro. Os seus livros foram traduzidos para mais de trinta línguas e, vistos globalmente, formam um monumento mítico do passado e uma lição de optimismo.

AttachmentSize
PDF icon O catavento infeliz89.02 KB

Sobre o/a autor(a)