You are here

“Uma extraordinária manifestação”

No final da mobilização da CGTP em Lisboa, Carvalho da Silva diz que a central vai intensificar e ampliar a luta dos trabalhadores.
Manifestação no Porto. Foto de Moisés Ferreira

Manuel Carvalho da Silva disse que “esta foi uma extraordinária manifestação, mas foi apenas o ponto de partida para outras lutas".

“Não tenho dúvidas de que vamos passar por protestos de carácter mais geral e de grande envolvimento dos portugueses”, disse o secretário-geral da CGTP, sem no entanto querer falar em greve geral.

A CGTP reuniu dezenas de milhares de pessoas numa manifestação entre o Marquês de Pombal e a Assembleia da República.

No Porto, o coordenador da União dos Sindicatos, João Torres, advertiu que “se o governo não ceder, os trabalhadores também não cedem”, e admitiu mesmo que os trabalhadores “podem endurecer as formas de luta”.

No Porto, a manifestação arrancou de dois lugares – a Praça dos Leões e a Batalha – tendo depois as duas colunas confluído para a Avenida dos Aliados.

ESQUERDA.NET | Manifestação da CGTP | Jornada Europeia de Luta | Lisboa

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Jornadas de Luta
(...)