You are here

O jogador generoso

Ontem, entre a multidão do bulevar, percebi que alguém me tocava no braço. Adivinhei logo. Era aquele ser misterioso que eu sempre desejara conhecer.

Charles Baudelaire (1821-1867) foi um poeta francês, autor das Flores do Mal, poemas por vezes estranhos, complicados, mas sempre impregnados de uma forma sonora e de forte condensação de pensamento. Foi também o revelador e tradutor de Edgar Poe em França.

Graças a Baudelaire, a obra de Edgar Poe suscitou grande entusiasmo, pois essas histórias possuíam um sabor novo, difundindo o gosto pelo fantástico, pelo irreal. Os demónios não se limitavam a aparecer em sonhos, mas metiam as suas garras na própria carne, tal como o Corvo enterrava o seu bico adunco no coração do Amante.

Sob tal influência, BaudeIaire não poderia deixar de dedicar-se àquele género. como atestam alguns títulos: O Sonho Premonitor, Os Ensinamentos do Monstro e O Mundo Submarino. Os seus contos, mais condensados que os de Poe, conseguem obter os mais intensos efeitos.

AttachmentSize
PDF icon O jogador generoso75.82 KB

Sobre o/a autor(a)