You are here

Valter Lemos e os patrões de Braga

Valter Lemos revelou que a medida que obriga as pessoas, que estão desempregadas, a aceitar um trabalho, desde que o vencimento seja apenas 10% superior ao subsídio de desemprego, foi tomada no seguimento das reclamações dos patrões de Braga.

O secretário de Estado do Emprego e Formação Profissional, Valter Lemos, veio há alguns dias a Braga agradecer aos patrões do Distrito a inspiração que deram ao Governo, para diminuir o valor do subsídio de desemprego.

Conta a imprensa regional minhota que Valter Lemos revelou que a medida que obriga as pessoas que estão desempregadas sejam obrigadas a aceitar um trabalho, desde que o vencimento seja apenas 10 por cento superior ao subsídio de desemprego, foi tomada no seguimento das reclamações que lhe foram feitas pelos patrões de Braga.

Os ditos patrões queixavam-se que, como o subsídio de desemprego era suficientemente gratificante, e a lei possibilitava que os desempregados só aceitassem o posto de trabalho se o vencimento fosse significativamente superior, eles, patrões, tinham muita dificuldade em arranjar trabalhadores pois estes preferiam continuar a receber subsídio.

O secretário de Estado do Emprego e Formação Profissional reconhece que, num distrito como Braga, os vencimentos da indústria tradicional são muito baixos. Mas isso não demoveu este amigo dos patrões de Braga que, como prémio pelos salários de miséria que pagam, conseguiram que o Governo impusesse uma medida que deixa os trabalhadores minhotos tão pobres como já eram e os trabalhadores de outras regiões mais pobres do que já eram.

E pior, deixa os patrões com uma legitimidade reforçada para continuarem a praticar uma política de baixos salários, com o argumento de que, desta forma, estão a contribuir para reduzir essa tendência intrínseca dos trabalhadores minhotos em particular e dos das outras regiões em geral para a ociosidade.

Esqueci-me de referir que Valter Lemos participou numa sessão de apresentação de um programa de formação para empresários. Mas suspeito que, pelo andar da carruagem, os jornais minhotos estarão em breve a anunciar que o Secretário de Estado Valter Lemos virá a Braga para receber formação dos patrões minhotos sobre como se empobrecem os trabalhadores de uma região. Que, em plena crise dos anos 80, era conhecida também por ter uma percentagem elevadíssima de porches por habitante.

Sobre o/a autor(a)

Dirigente do Bloco de Esquerda, técnica de segurança social.
Comentários (1)