You are here

Sandra Cunha: “Veto do P. R não é mais do que um ato mesquinho de um revanchismo inaceitável”