You are here

Sondagem: árabes-israelitas

MAIORIA ACHA QUE ISRAEL COMETEU CRIME DE GUERRA
qanaSetenta e cinco por cento dos árabes israelitas consideram que a operação militar de Israel no Líbano foi um crime de guerra e que os responsáveis por ela deveriam ser levados à Justiça, revela um sondagem divulgada pelo diário israelita Yediot Ahronot. Quarenta e cinco por cento pensam que a causa da guerra não foi a captura de dois soldados israelitas e que Tel Aviv teria começado a guerra de qualquer maneira.

 

A sondagem foi realizada pelo Centro Árabe Mada al-Carmel para a Investigação Social Aplicada uma semana depois de iniciado o cessar-fogo e ouviu 500 cidadãos árabes de Israel.

Outros resultados:

  • 32% acham que Israel é responsável pelo começo da guerra;

  • 58% acham que nem Israel nem o Hezbollah ganharam a guerra;

  • 34% acham que o Hezbollah ganhou;

  • 3% acham que Israel ganhou;

  • 43% acham que Isaraell vai hesitar antes de iniciar novos ataques ao Hezbollah

  • 32% acham que a guerra causou a desintegração das relações entre árabes e judeus;

  • 23% acham que as políticas do governo israelita em relação aos árabes vão piorar;

  • 35% acham que a atitude do público árabe em relação ao público judeu vai ficar mais negativa depois da guerra.

  • 64% dizem ter visto a rede de TV árabe Al-Jazira e consideram-na altamente credível;

  • 67% acompanharam as Tvs árabes como principal fonte de informação durante a guerra, contra apenas 23% que acompanharam as Tvs israelitas;

  • 55% consideraram que as informações do Hezbollah eram mais credíveis que as israelitas.

Termos relacionados Internacional