You are here

Sob forte segurança

PAPA ATERRA NA TURQUIA
papaturquialusawebSob fortes medidas de segurança, envolvendo mais de 10 mil policias, e perante a oposição de milhares de muçulmanos, o Papa chegou hoje à Turquia. Bento XVII encontrar-se-á com o presidente turco Ahmet Necdet Sezer. O primeiro ministro Recep Erdogan recebeu o Papa no aeroporto de Ancara, em dúvida está ainda o encontro com o grande mufti Ali Bardakoglu, líder dos muçulmanos. Amanhã, Bento XVI visitará a Casa de Maria, em Éfeso (sítio onde terá vivido a mãe de Cristo). O Papa estará na Turquia até ao dia 1 de Dezembro, estando previsto que se encontre com o patriarca Bartolomeu primeiro de Constantinopla, chefe dos ortodoxos do país. 

O Papa visita pela primeira vez um país muçulmano, num clima de grande tensão. Estão previstas várias manifestações contra Bento XVI. Na quinta está prevista, uma grande concentração convocada por organizações islâmicas radicais, entre os quais os Lobos Cinzentos, grupo a que pertenceu Ali Agca, o homem que atentou contra a vida de João Paulo II em 1981.    
Esta viagem que tinha como motivo principal, os esforços do Papa para reconciliar-se com os cristãos ortodoxos, ganhou notoriedade, depois das declarações do Papa em Ratisbonne, em que o Papa citava um sábio de Constantinopla que considerava o Islão uma religião que só se propagava pela violência. Estas declarações levaram a manifestar-se contra Bento XVI, muçulmanos de muitos países.

 

Termos relacionados Internacional