You are here

Reformas de Sócrates levam mau e muito mau

Sócrates caricaturado numa manifestação da CGTP. Foto de Paulete MatosA esmagadora maioria dos portugueses
estão descontentes com as chamadas reformas que o governo tem
empreendido em áreas como a administração
pública, a educação, a saúde, a Justiça.
Segundo sondagem da Marktest para o Diário de Notícias
e a TSF, 42% dos entrevistados acham o resultado das reformas
maus, e 13% muito maus. Contentes estão 33%, que acham os
resultados bons e apenas 1% muito bons; No total, 55% estão
contra as reformas, 34% a favor e 11% não sabem ou não
respondem.

O Barómetro da Marktest indica
também que 29% dos simpatizantes do PS estão do lado
dos descontentes e que o descontentamento é mais elevado na
faixa etária mais jovem (entre os 18 e os 34 anos) e mais
velha (mais de 55 anos).

Quanto à análise por
regiões, o Litoral centro e o Sul são os mais
descontentes (48% e 43%), superando as restantes regiões,
incluindo a Grande Lisboa e o Grande Porto.

O Barómetro fez 803 entrevistas
entre os dias 16 e 19 de Outubro.

Termos relacionados Política