You are here

PS retira voto de protesto contra embaixador dos EUA

Ana DragoO Partido Socialista retirou o voto de protesto que tinha entregue ontem na Mesa da Assembleia da República, em resposta ao voto de repúdio pelas declarações de Alfred Hofman apresentado pelo Bloco de Esquerda e discutido esta sexta-feira. Os socialistas classificavam as declarações do embaixador como "inapropriadas e infelizes". No final, Ana Drago deixou a pergunta no ar: "Quem mandou calar o PS?". Veja o vídeo aqui.

{youtube}C-fCrijCZvU{/youtube} 

O voto anunciado pelo Bloco referia-se às sucessivas declarações do embaixador, que será afastado em breve do cargo, sobre assuntos da vida política interna do país, desde as leis laborais aos acordos de negócios com a Venezuela, passando pela distribuição das forças militares portuguesas.

O Bloco de Esquerda classifica essas declarações como uma "pouco comum desconsideração pelas regras da diplomacia internacional" e apresentou o seu voto de repúdio, que foi chumbado pelo PS, PSD e CDS. No debate parlamentar, os três maiores grupos parlamentares anunciaram uma declaração de voto conjunta e vários deputados socialistas vão entregar declarações próprias.

Termos relacionados Política