You are here

PS rejeita programa nacional de rastreio oncológico

Bancada parlamentar do PS na ARNa discussão na especialidade do Orçamento para 2008, o PS
rejeitou um programa nacional de rastreio oncológico (cancros da mama, da próstata,
do colo do útero e colo-rectal). O PS rejeitou também outras propostas, como
por exemplo, a proibição de contrato de trabalho temporário para a Administração
Pública.

O Bloco de Esquerda apresentou diversas propostas de alteração
ao Orçamento de Estado para 2008 ( veja no site do grupo parlamentar do BE: Bloco
apresenta propostas de alteração ao OE 2008
), dessas propostas o grupo
parlamentar do PS rejeitou já várias:

- Uma proposta que impedia as câmaras de entregar gestão de
bairros sociais a entidades privadas e congelava os aumentos de rendas ao nível
da inflação por 10 anos, quando há um novo serviço a gerir esses bairros.

- O aumento do valor do indexante de apoios sociais, para
garantir a convergência das pensões mais baixas

- A garantia da transferência para capitalização da
segurança social pública de 2 a
4% do valor dos descontos dos trabalhadores

Termos relacionados Política