You are here

Paris: confrontos violentos entre jovens e polícia

gare_du_nord_foto_jornal_diA detenção de um indivíduo que viajava sem bilhete originou violentos confrontos entre a polícia francesa e centenas de jovens na Gare Du Nord, em Paris. Sete pessoas foram presas e a estação ferroviária foi evacuada. Os jovens alegam que a polícia interveio violentamente atirando o indivíduo que não tinha bilhete ao chão e partindo-lhe um braço. Durante os tumultos a polícia usou de gás lacrimogéneo para dispersar os cerca de 300 jovens que gritavam palavras de ordem contra Nicholas Sarkozy, o actual candidato da direita nas presidenciais francesas que se realizam dentro de um mês. A Euronews reproduz em vídeo algumas imagens dos confrontos.

Tropas de choque entraram em confronto ontem à noite com jovens dentro de uma das principais estações ferroviárias de Paris, num sinal do agravamento das tensões sociais, a menos de um mês da eleição presidencial.

Supostamente um indivíduo de cerca de 33 anos foi interpelado por agentes do metropolitano de Paris pelo facto de pretender viajar sem estar munido de bilhete. Segundo algumas pessoas presentes no local, a polícia interveio violentamente atirando o indivíduo ao chão e partindo-lhe um braço.

O departamento de transportes da capital confirmou que o incidente foi provocado por uma discussão entre um usuário e os fiscais, mas conta outra versão da história: "Esse passageiro não tinha bilhete. Houve uma altercação com os fiscais, dois dos quais foram agredidos. A pessoa foi levada pelos fiscais e entregue à polícia", disse um porta-voz à Agência Reuters.

Segundo a Agência Reuters ouviram-se gritos de "Sarkozy hipócrita", numa referência ao ex-ministro do Interior Nicolas Sarkozy, que deixou o cargo na segunda-feira para se dedicar à campanha presidencial, na qual é favorito.

Sarkozy, que deve parte da sua popularidade à linha-dura demonstrada durante os tumultos de 2005 nos subúrbios de Paris e de outras grandes cidades, é frequentemente acusado de explorar o medo da população como forma de impulsionar sua carreira política.

Termos relacionados Internacional